Leilões online, presenciais e simultâneos de Veículos, Imóveis, Industrial, Agrícola, Bens de Consumo, Entre outros.

  • Sexta - 23 de Agosto de 2019

área exclusiva
Esqueceu a senha?

Código do Leilão: 0407/2019

2ª VARA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MS DE PONTA PORA-MS

Autos nº: 0800477-98.2015.8.12.0019

Local do pregão: - PONTA PORA-MS

Tipo de Leilão: Online

Total de Lotes:

1

Faltam 1D 01:13:20 para o início do fim do leilão

EM ANDAMENTO

Avaliação:

R$ 130.000,00

Incremento:

R$ 750,00

1º Leilão:

11 de Outubro de 2019 às 17h30

*Conforme horário do MS

Lance inicial em 1º Leilão:

R$ 130.000,00

2º Leilão:

25 de Outubro de 2019 às 17h30

*Conforme horário do MS

Lance inicial em 2º Leilão:

R$ 78.000,00

Informações de abertura

Incremento:

R$ 750,00

Total de visualizações:

59

Total de Lances:

0

Arrematantes homologados:

153

Descrição detalhada do Lote

01 (um) lote de terreno urbano situado na Rua Barão de Maracaju, nº. 57, determinado sob o lote nº. 19 da quadra nº. 16 do loteamento denominado “Jardim São João”, em Ponta Porã/MS, devidamente registrado sob a matrícula de nº. 6.387 do Cartório de Registro de Imóveis de Ponta Porã/MS, com área de 360,00 m² de terreno, medindo 12,00 metros X 30,00 metros, limitando-se ao Norte, com o lote nº. 07; Leste, com o nº. 18; ao Sul com a Rua Barão de Maracaju onde faz frente; e ao Oeste, com o lote nº. 20. Sobre o referido lote de terreno está edificada uma casa de alvenaria simples (popular), em regular estado de conservação (falta reforma geral), com piso cerâmica simples, cobertura eternite, área construída aproximada de 60,00 m² (sessenta metros quadrados). Melhoramentos do lote: com pavimentação asfáltica, com meio-fio, iluminação pública, rede elétrica, água encanada, topografia regular plana, tapumes de alvenaria nos lados e fundos sem reboco, parte da frente com cerca de madeira tipo balaústre.

Localização do bem

Histórico de lances recebidos

                 
valorusuário/placalocalidadedata/horário
Nenhum registro de lance.

OBS: Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - Arts. 186 e 927 do Código Civil. Ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal.